DOENÇA DA TIREÓIDE E GANHO DE PESO

A tireóide age estimulando o funcionamento nos diferentes órgãos, regulando o metabolismo e o gasto energético.
Quando a tireóide mostra-se hipofuncionante, como no caso do hipotireoidismo por exemplo, o paciente vai ter um gasto energético reduzido, além de retenção de líquido o que ocasiona um aumento de peso em torno de 10% do peso corporal. Já no hipertireoidismo ocorre o inverso, ocorrendo um aumento do metabolismo e do gasto energético que o paciente não consegue compensar com o concomitante aumento do apetite.
Mas é preciso salientar que é um mito dizer que uma pessoa é gorda ou magra porque tem problema de tireóide. Estas disfunções causam alteração transitória do peso enquanto o paciente não está sendo tratado. Uma vez iniciado o tratamento, o peso dependerá da ingesta e do gasto calórico, como ocorre com qualquer pessoa saudável.

Nossos artigos tem caráter meramente informativo e não devem ser utilizados para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Consulte sempre seu médico.