FOME X VONTADE DE COMER

O processo de ficar saciado ou “cheio” e controlado pela parcialmente pela leptina, um hormônio produzido pela gordura do corpo. Está envia sinais ao seu cérebro informando que existe bastante gordura armazenada e que não precisa mais comer. Entretanto, o consumo de frutose em excesso provoca o acúmulo de gordura no fígado (esteatose hepática), o que por sua vez conduz à resistência à leptina. Da mesma forma como ocorre com a resistência à insulina, o corpo produz cada vez mais leptina, mas seu cérebro não recebe a mensagem. A resistência à insulina gera resistência à leptina, o que significa que quanto mais açúcar come, mais fome sente, em um verdadeiro ciclo vicioso.

O açúcar estimula o cérebro a liberar “os químicos do bem estar ” naturais do corpo: os neutrotransmissores dopamina, serotonina e endorfinas que, por sua vez, aumentam a vontade de ingerir açúcar, em um ciclo vicioso. O consumo de alimentos açucarados é tão viciante como o consumo da cocaína, pois ambos ativam a produção destes neurotransmissores responsáveis pela modulação do humor e da química cerebral.  A nicotina, a heroína e a morfina também estimulam a produção destes químicos viciantes.

Pesquisadores da Universidade de  Bordeaux, na Franca, descobriram que ratos de laboratório viciados em cocaína preferiam água adoçada com sacarina (300 vezes mais doce que a sacarose) a droga.

É evidente que o açúcar não é algo de que se consiga abdicar facilmente. A vontade é um processo complexo. Uma dieta rica em carboidratos por exemplo, pode fazer com que se sinta fisicamente “cheio”, mas não realmente satisfeito. Acabar com tal dependência pode ser um desafio. O seu corpo irá se adaptar à medida que for reduzindo o açúcar e adicionando boas gorduras animais. Com isso, você não irá mais sentir oscilações nos níveis de energia, começará a perder peso e reduzirá os níveis de inflamação.

Como lidar com a vontade ?

Os viciados tem vontade de usar aquilo que estão viciados. Sendo assim, ao tentar eliminar o açúcar de sua vida você sentirá vontade de ingeri-lo. Ao parar de ingerir açúcar, poderá sentir sinais e sintomas de síndrome de abstinência. As vezes se sentirá cansado, irritado, deprimido, ansioso e até mesmo sem sono. Porém não existem soluções instantâneas para estas sensações, e elas irão certamente desaparecer a medida que o tempo passa.

Registro algumas idéias que auxiliam durante este processo:

# Tenha um café da manhã rico em proteínas, para evitar a vontade. Os ovos são uma alternativa eficaz e saudável (defendida inclusive pela Sociedade Americana de Cardiologia). Todas as outras fontes de proteína podem ser usadas pela manhã, especialmente ao se sentir vontade de ingerir açúcar. Café quente com nata ou manteiga são uma boa dica para o manter a salvo de ataques de vontade de açúcar por horas.

# Procure ingerir boas gorduras. As gorduras são muito saciantes, e alimentam a vontade e o apetite simultaneamente. As opções são diversas: queijos, salada com bastante azeite, abacate ou ovos cozidos.

# Coma regularmente para evitar “ataques de fome “. Planejando suas refeições, conseguirá evitar os alimentos com açúcar.

# Mantenha-se hidratado. Por muitas vezes, quando você pensa que tem fome, na verdade o que tem é sede.

# Procure se auto analisar e descobrir se realmente sente vontade de comer algo doce. Talvez esteja apenas cansado, irritado, aborrecido solitário ou triste. Estes são gatilhos emocionais que conduzem a alimentos açucarados. Muitas vezes, precisamos de uma soneca e não de um doce. Tomar consciência que está comendo por necessidades emocionais e não por fome, pode ser suficiente para interromper a vontade de ingerir açúcar. 

# Adicione uma pitada de sal. Surpreendentemente, uma pequena quantidade de sal salienta o sabor doce natural de alguns alimentos, especialmente a fruta.

# Escovar os dentes ou mascar chicletes sem açúcar inexplicavelmente parecem auxiliar no controle da vontade de ingerir açúcar.

# Use suplementos de L – GLUTAMINA. A glutamina é uma parte essencial do processo complexo que avisa o organismo que os níveis de açúcar desceram e que é preciso fazer voltá-lo ao normal através da liberação de mais glicogênio hepático, a forma sob a qual a glicose fica armazenada no fígado. Esta liberação estabiliza o nível de açúcar no sangue e ajuda a acabar com a vontade.

# Tenha um sono adequado. Os estudos da Universidade de Berkeley, na Califórni , mostram que é muito mais difícil resistir aos snacks doces ou salgados quando se está cansado ou com poucas horas de sono. Assim, se estiver adequadamente descansado, será mais fácil resistir aos carboidratos. Além disso, pesquisadores alemães descobriram que noites de sono curtas e mal dormidas comprometem a capacidade de metabolizar a glicose.

Nossos artigos tem caráter meramente informativo e não devem ser utilizados para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Consulte sempre seu médico.